Uma Xícara de Solidariedade: Rapunzel Solidária

Olá meus queridos, como estão?

Meu cabelo cresce muito rápido, por isso de tempos em tempos eu corto ele curto, pois após alguns meses ele já estará na cintura outra vez.

Em 2014, meu cabelo estava enorme!

10492504_911862148829614_2484328110843830499_n

Não pensei duas vezes, queria cortá-lo logo, mas também queria fazer algo legal com ele, foi aí que conheci a Rapunzel Solidária.

Rapunzel Solidária. é uma organização sem fins econômicos, que aceita doações de cabelo, para confeccionar perucas e entregá-las a pessoas que perderam seus cabelos, por causa de doenças.

Para doar é bem simples:

  • Basta amarrar o cabelo com elástico e cortar pelo menos 15 cm. (É claro que você pode fazer isso no cabeleireiro hihi)
  • Colocar o cabelo num saquinho plástico e depois em uma caixa.
  • Enviar para o endereço: Caixa Postal 57007 – CEP: 04089-972 – São Paulo – SP
  • Pronto, você já colaborou para que uma pessoa se sinta mais confiante e feliz!

Ah, lembrando que os cabelos devem ser doados secos e qualquer tipo de cabelo pode ser doado (até com química).

Você também pode colaborar com o projeto, comprando os produtos da Rapunzel Solidária (que você pode ver clicando aqui)

Para saber mais informações, visite o site e as redes sociais:

Site: http://www.rapunzelsolidaria.org.br/

Facebook: https://www.facebook.com/rapunzelsolidaria/

Instagramhttps://www.instagram.com/rapunzelsolidaria/?hl=pt-br

10511157_912710688744760_1105603769552516737_n

Mal posso esperar para doar outra vez!!!! 😉

Anúncios

Uma Xícara de Solidariedade: Lar de Nice

Olá meus queridos, como estão?

Nosso país tem passado por muitas mudanças políticas nos últimos tempos, assim como também a população tem reivindicado melhorias na saúde, educação, segurança, transporte e muitas outras coisas.

Eu particularmente, acredito que esta é uma postura muito válida. Entretanto também penso que não devemos apenas cobrar, mas também fazer a nossa parte, pois mesmo com ações que pareçam pequenas, nós podemos mudar a situação de nosso país.

Por isso, no “Uma Xícara de Solidariedade” de hoje, nós vamos falar sobre um tema muito grave que assola nosso país: Crianças em situação de abandono e/ou de risco.

Segundo dados de 2014, estima-se que haja aproximadamente 46 mil crianças e adolescentes vivendo em abrigos no Brasil. E muitas outras crianças vivendo situações terríveis como trabalho infantil, violência física e sexual, tráfico humano e tortura.

É muito triste que essas situações sejam completamente comuns em nosso país e por isso temos que dar um basta e fazer o possível para que qualquer criança, independente da classe social, etnia ou religião, consiga ter o direito a um futuro digno.

Por isso hoje, eu vou falar do Lar da Infância de Nice, uma entidade não governamental que desde 1972 cuida de crianças em situação de risco e/ou abandono, providenciando a elas não apenas um lar, como também educação, assistência médica, psicológica e odontológica, lazer e cultura.

Além de abrigar crianças, o Lar da Infância de Nice, ainda funciona como creche para famílias carentes, tem projetos para crianças e idosos de baixa renda.

No projeto CCA por exemplo, crianças de 4 a 14 anos, podem frequentar o local, para usufruir de atividades complementares ao horário escolar e assim não ficarem sozinhas enquanto os pais trabalham.

Para contribuir com esse projeto incrível você pode depositar qualquer valor na conta:

Banco Bradesco – Agência BRÁS 054-0 – C/C 94284-7

Ou fazendo doações de segunda à sexta das 8h00 as 18h00 e aos sábados das 9h00 as 16h00 no endereço:

Rua Dentista Barreto, 978 – Vila Carrão – CEP 03420-00 – São Paulo – SP

Para mais informações acesse o site:

http://lardenice.com.br/2015/

Ou entre em contato com a entidade:

11 2294-8312

lardenice@uol.com.br

Você não vai perder a oportunidade de colaborar com esse projeto incrível não é?

😉

Uma Xícara de Solidariedade: Entrega por SP

Olá meus queridos, como estão?

Aqui em São Paulo está fazendo muito frio temos que passar por situações como: levantar da cama de manhã, entrar e sair do chuveiro, esperar o ônibus com o vento batendo no seu rosto e sair de casa vestindo várias roupas de uma só vez.

Essas situações não são nada agradáveis para nós, agora imagine morar na rua e não ter roupas, cobertores e comida quentinha para suportar o frio!

Infelizmente, esse ano já houve morte por frio aqui em São Paulo, mas podemos impedir que isso aconteça novamente.

Por isso, para estrear a coluna “Uma Xícara de Solidariedade“, eu te convido a conhecer o projeto Entrega por SP, cujo objetivo é doar cobertores, roupas, calçados, alimentos, artigos de higiene, entre outras coisas que podem ajudar e salvar a vida de um morador de rua.

13310423_593593344148474_7652125756072938209_n.png

Em parceria com a Retalhar, o Entrega por SP desenvolveu produtos incríveis para ajudar os moradores de rua: Cobertores revestidos com material impermeável, ou seja, não correm o risco de estragar na chuva e “Sacochilas” para que eles possam carregar o cobertor e os demais pertences.

Para confeccionar esses produtos , o projeto precisa arrecadar R$ 30.618,00 e acredite  falta pouco!

Então que tal contribuir?

Você pode doar qualquer valor acima de R$ 5,00 e já estará ajudando esse projeto incrível a salvar a vida de mais de mil de moradores de rua.

E é tão fácil doar! Você pode doar por cartão ou boleto e ainda pode ganhar recompensas de acordo com o valor da doação.

Mas, acredite a melhor recompensa é saber que está ajudando a salvar vidas e transformar nossa cidade em um lugar melhor.

AH.. VOCÊ DECIDIU QUE TAMBÉM VAI CONTRIBUIR? YAAAAAAAAAAY

Clique aqui: http://www.juntos.com.vc/pt/entregaporsp

Você também pode saber mais sobre o projeto aqui:

https://www.facebook.com/entregaporsp/timeline

https://www.instagram.com/entregaporsp/

À criança que nasceu hoje:

IMG-20160330-WA0118

À criança que nasceu hoje,

Meu bem, queria te dizer que mesmo não te conhecendo, desejo tudo de melhor em sua vida, assim como seus familiares e amigos.

Queria poder dizer que você poderá brincar livremente nas ruas, mas não posso, pois alguém pode tirá-lx da família que tanto x ama ou tentar te fazer algum mal.

Queria te dizer que você nunca precisará ter medo de sair de casa ou de voltar tarde, pois você sempre estará segurx, mas não posso.

Queria poder dizer que como seres humanos, todos nós nos respeitamos e vivemos em harmonia, mas também não posso dizer isso.

Queria dizer que você é livre para ser quem você quiser, contanto que não machuque ninguém, mas outra vez, não posso.

Queria dizer que nunca ninguém te julgará por seu sexo, etnia ou orientação sexual, mas adivinhe só, não posso dizer isso.

Também queria te dizer que nunca ninguém irá machucá-lx NUNCA, mesmo assim não posso dizer isso.

Se eu não posso te dizer nada disso, então o que me resta dizer?

Que o mundo para o qual você veio é violento, que os seres humanos não se respeitam, que você deve viver com medo todos os dias, tanto por você quanto por aqueles que você ama. Que crimes hediondos são banalidades do dia-a-dia e que se (DEUS QUEIRA QUE NÃO) um dia você sofrer alguma violência física ou moral, a culpa será sua! Ah também preciso dizer que você não poderá ter suas próprias opiniões e ser quem você quer ser, afinal é importante nadar com a correnteza. Também devo lembrá-lx que não importa o quanto você se esforce, a única coisa que contará é sua aparência, seu sexo, orientação sexual, e mais um monte de coisas que por algum motivo são mais importantes que tudo aqui!

Parece que essas são coisas muito horríveis de dizer para uma criança não é mesmo?

Mas se é tão horrível dizê-las, por que é tão fácil conviver com elas? Por que ficamos acomodados com qualquer uma das coisas descritas acima?

Se ainda der tempo, precisamos dar um basta na situação em que vivemos, para que as crianças que nasceram hoje não tenham que passar por nada disso e para que não assistam calados à destruição da humanidade.

Com tristeza,

Samantha Pinheiro