5 lugares em São Paulo: Museus

Olá meus queridos, como estão?

São Paulo é uma cidade com uma diversidade absurda, onde não importa o que você queira fazer, comprar ou comer, você provavelmente encontrará.

Por isso nesta nova coluna do blog, eu vou apresentar 5 lugares em São Paulo, divididos por categorias.

Para começar, nós vamos falar sobre Museus.

Há diversos museus espalhados pela cidade, mas eu escolhi meus preferidos para contar para vocês:

1- Museu da Imigração do Estado de São Paulo

Resultado de imagem para museu imigrante

Eu venho de uma família de imigrantes e talvez por isso, eu goste tanto deste lugar.

O museu, que já serviu de hospedaria para imigrantes, hoje conta com um acervo de depoimentos, objetos pessoais e de trabalho, além de cartas e muitas outras coisas que compõem a história dos imigrantes.

Além do espaço incrível do museu, há também um lindo jardim, onde as pessoas podem visitar gratuitamente e até tirar fotos com roupas de época.

Endereço: Rua Visconde de Parnaíba, 1316, Mooca, São Paulo-SP.

Funcionamento: Terça a sábado, das 9h às 17h, e aos domingos das 10h às 17h.

Preço: R$ 6,00 ou R$ 3,00 (meia-entrada).

PS: Aos sábados a entrada é franca e o jardim é sempre gratuito.

2- Memorial da Resistência de São Paulo

Resultado de imagem para memorial da resistencia

O Memorial da Resistência de São Paulo é dedicado, como o próprio nome diz, à resistência às repressões políticas sofridas no Brasil.

O edifício já foi sede do Departamento Estadual de Ordem Política e Social, responsável por torturar e repreender presos políticos durante muitos anos.

As instalações foram restauradas, mas ainda mantém a mesma estrutura das celas onde minúsculas onde ficavam os diversos presos.

Tudo é tão real e triste que é impossível não se emocionar.

Endereço: Largo General Osório, 66 Santa Infigênia, São Paulo -SP

Funcionamento: Aberto de quarta a segunda (fechado às terças), das 10h às 17h30

Preço: Entrada Gratuita

3- Museu de Zoologia da USP

Resultado de imagem para museu zoologia

O Museu de Zoologia da USP, também conhecido popularmente como O Museu dos Bichos, tem como objetivo ensinar sobre a diversidade da nossa fauna.

O museu apresenta animais taxidermizados ( vulgo empalhados), além de um esqueleto de dinossauro e outras exposições temporárias.

 Endereço: Avenida Nazaré, 481 – Ipiranga, São Paulo – SP

Funcionamento: quartas a domingos das 10h às 17h (entrada até as 16h30)

Preço:  R$ 10 e R$ 5 (meia-entrada)

Crianças até 6 anos, professores da rede pública, funcionários e alunos da USP têm entrada gratuita.

2- Museu de Arte de São Paulo

Resultado de imagem para masp

O Museu de Arte de São Paulo, mais conhecido como MASP, é um museu privado sem fins lucrativos, que possui mais de 8 mil obras, que incluem pinturas, esculturas, fotografias e muito mais.

O museu é hoje, um dos símbolos da cidade de São Paulo, com sua famosa arquitetura “suspensa”, que cria um vão livre para a população de baixo do edifício.

Ps: Aos domingos há uma feirinha de antiguidades muito legal no vão livre.

Endereço: Avenida Paulista, 1578,  Bela Vista – São Paulo – SP

Funcionamento: Terça a domingo: 10h às 18h
Quinta-feira: 10h às 20h

Preço: R$25 e R$12 (meia-entrada)
Gratuito de terça -feira (o dia todo)

Menores de 10 anos têm entrada gratuita.

1- Museu da Imagem e do Som

Resultado de imagem para museu da imagem e do som sp

O Museu da Imagem e do Som, ou MIS, é um espaço que conta com um acervo de mais de 200 mil itens, que incluem fotografias, filmes, vídeos etc. Porém, o mais legal dele, com certeza, são as exposições, que de tão bem elaboradas, atraem milhares de visitantes que esgotam os ingressos do museu.

A de maior sucesso foi “Castelo Rá-Tim-Bum – A Exposição” em 2014, que recriava todo o cenário do programa infantil em mínimos detalhes.

Com certeza, vale a pena manter-se informado da novidades do museu e visitar pelo menos uma de suas exposições brilhantes.

Endereço: Avenida Europa, 158, Jardim Europa, São Paulo – SP.

Funcionamento: Terças a sábados, das 12h às 21h; domingos e feriados, das 11h às 20h.

Preço: Cada exposição tem um preço, portanto deve-se consultar no site do MIS.

As terças o ingresso para as exposições é gratuito.

Crianças até 5 não pagam.

Menção Honrosa (ou Desonrosa)

Museu do Ipiranga

Resultado de imagem para museu do ipiranga

O Museu Paulista da Universidade de São Paulo, ou Museu do Ipiranga (como é mais conhecido) é um bem precioso do nosso país por inúmeras razões.

Nele há um grande acervo da história da independência de nosso país, há uma arquitetura maravilhosa, um lindo parque ao redor e além de tudo isso foi lá que Dom Pedro I proclamou a independência do país.

Este era um dos meus lugares favoritos na infância e adolescência, apesar de não ter ido tantas vezes assim, sempre guardei minhas visitas com muito carinho em meu coração até que…

Fecharam o museu para reforma. 😦

Ah, mas Samantha é só por um tempo logo mais estará tudo pronto lindo e maravilhoso para visitar!

ERRADO!!!

O museu, que está fechado desde 2013, só tem previsão para reabrir em 2022, e o pior de tudo é que mesmo com uma estimativa de custo de mais de R$ 100 milhões, nada de significante foi feito ainda.

#chateada

Endereço: Parque da Independência, Ipiranga, São Paulo – SP.

Funcionamento: Só em 2022. 😦

Preço: Vários impostos que pagamos, mas não podemos usufruir do museu. 😦

E vocês, já visitaram esses museus?

Gostariam de visitar algum?

Tem outras sugestões de museus legais?

Contem para mim nos comentários, 😉

Anúncios

Diário de viagem – Santiago, Chile Dia 4

Olá meus queridos, como estão?

Segunda – Feira dia 18 de Janeiro de 2016

Começamos o dia vendo a troca de guarda no Palácio La Moneda, que é a sede da presidência chilena. A troca acontece um dia sim, um dia não às 10 horas da manhã e é algo que vale realmente apena ver.

IMG_20160118_095855115.jpg

DSC01347.JPG

Em seguida, fomos até a esquina das ruas Londres e Paris para tirar fotos.

DSC01373.JPG

Enquanto estávamos caminhando pelo bairro, encontramos sem querer a Igreja São Francisco, um lugar muito interessante, que mostra a devoção do povo chileno pelos santos católicos.

DSC01381.JPG

DSC01390.JPG

Do lado da igreja, funciona o Museu Colonial São Francisco, que tem objetos religiosos do período de colonização do Chile. Esse passeio não estava programado, já que não sabíamos da existência do museu e o encontramos sem querer, porém foi uma visita muito interessante e devo confessar que um pouquinho assustadora, por os objetos serem muito antigos e muito realistas. Porém, não foi possível tirar foto da área interna. 😦

Na área externa, onde era permitido tirar fotos, havia um jardim lindo com fonte, galo, galinha e pavões.DSC01398.JPG

DSC01397.JPGDSC01395.JPG

E assim terminou nossa Segunda- Feira, já que a maioria dos museus e parques não estavam abertos, acabamos, não fazendo muita coisa. 🙂

Diário de viagem: Santiago – Chile Dia 3

17/05/2016-  Domingo

No Domingo fomos ao Museo Pré- Colombino, localizado próximo à Plaza de Armas.

Esse museu, retrata o período que precedeu a colonização do Chile e tem objetos de arte dos povos indígenas que ali viviam.

DSC01175.JPG

O mais legal desse museu é com certeza a área dedicada às crianças, que conta com jogos e brincadeiras para ensinar os pequenos um pouco da história do país.

DSC01150.JPG

DSC01152.JPG

Seguimos para o Parque Forestal e visitamos o Museo de Belas Artes. Devo confessar que não sou muito fã de pinturas, por isso não foi um dos meus lugares favoritos, mas também tenho que confessar que a arquitetura é divina.

DSC01183.JPG

Em seguida fomos para o Sky Costanera, prédio mais alto da América Latina, visitamos o 61º andar do prédio e tivemos essa vista maravilhosa:

DSC01214.JPG

DSC01223.JPG

Para terminar o dia, fomos até o Cerro Santa Lucía, no qual após subir muitas e muitas escadas é possível ter uma vista panorâmica da cidade. Este é na minha opinião um passeio totalmente dispensável e o que menos gostei em toda a viagem.

DSC01320.JPG

É preciso muito pique para subir que, devido ao meu sedentarismo, eu não tenho. e após subir tantas escadas num calor de 35ºC…… A vista não é tão legal assim. O espaço no topo é incrivelmente pequeno, o que torna impossível tirar fotos sem esbarrar em outros turistas, além de que há muitos outros lugares em Santiago com vista melhor que essa.

DSC01302.JPG

E assim terminou nosso 3º dia de viagem. Espero que vocês tenham gostado

Contem para mim nos comentários se vocês já foram ou gostariam de ir em um desses lugares. 😉

Diário de viagem – Santiago, Chile: Dia 1

Em janeiro deste ano eu fui ao Chile com minha amiga Tati e ficamos 5 dias por lá.

Decidi fazer um diário de viagem semanal contando o que eu fiz em cada dia de viagem e também dando algumas dicas.

Lembrando que fomos no verão, então nossos passeios foram bem típicos de verão.

Dia 1 – 15/01/2016 – Sexta-feira

No trajeto até Santiago, passamos pela Cordilheira dos Andes, que ainda tinha neve e nos proporcionou uma vista maravilhosa.

IMG_20160115_112442096_HDR.jpg

Chegamos a Santiago no Chile por volta do meio dia e já aprendemos uma lição…

O primeiro dia de viagem é incrivelmente corrido e tumultuado: tem que esperar as malas no despache, comprar um chip que funcionasse no país, trocar nossos reais para peso chileno, encontrar o lugar em que ficaríamos, comprar comida entre outras burocracias, ou seja, sobrou pouquíssimo tempo para conhecer pontos turísticos e aproveitar a cidade, mas demos um jeito.

Ficamos em um bairro um pouco afastado do centro, perto da estação de metrô Toesca. O bairro era muito agradável e conveniente, pois além da estação de metrô também havia um supermercado e um parque perto.

IMG_20160116_195710827_HDR

Havia também um arsenal de guerra bem próximo ao apartamento onde ficamos, é um prédio muito bonito com bastante áreas verdes.

IMG_20160115_181617074

No primeiro dia fomos até a Plaza de Armas, uma praça bastante semelhante à Praça da Sé aqui em São Paulo, como estava muito calor algumas crianças aproveitaram para brincar na fonte rsrsrs.

DSC00939

DSC00914

Na Plaza de Armas é possível visitar a Catedral Metropolitana de Santiago, que é absolutamente maravilhosa, pois ela é muito rica em detalhes e tem imagens lindas a minha favorita é esta de Miguel Arcanjo.

DSC00945

DSC00950

Também na Plaza de Armas é possível visitar O Museu Histórico Nacional, que conta um pouco sobre a colonização e independência do Chile. O museu é muito grande e como estava fechando tivemos que ver tudo rapidamente. Portanto, se quiser ver com mais calma, separe um tempo maior para visitar o museu.

O museu fica aberto de terça a domingo das 10:00 as 18:00 e a entrada é gratuita.

Esse foi nosso primeiro dia de viagem, espero que tenham gostado. Deixe aqui nos comentários se você já foi ao Chile e o que mais gostou, ou se ainda não foi o que gostaria de visitar. 😉